segunda-feira, janeiro 29, 2007

Vinte e um gramas






Jeff Buckley era uma mulher preta e gorda, soberana, sabiamente envelhecida e cansada, no miserável corpo escanzelado de um homem branco, demasiado novo, demasiado despenteado.
Ou então, foda-se, era um gajo que não devia ter morrido.

JB

8 Comments:

Blogger Navalha said...

e com uma voz tão bonita que até chea a dar tesão.

29 janeiro, 2007 12:07
Blogger JORGE said...

Foda-se cinquenta vezes, era mesmo um gajo que não devia ter morrido!

29 janeiro, 2007 16:16
Blogger lua de inverno said...

eu casava-me com ele. :P

29 janeiro, 2007 20:00
Anonymous Anónimo said...

eu cá acho q voces sao doidos!deviam era ouvir o gajo q escreveu o post a cantar...esse sim! grand voz..e guitarra!(mas também é preto..ou monhé...quiça).
O jeff??!!Nope!!

30 janeiro, 2007 15:18
Blogger Navalha said...

o gajo que escreveu o post tem uma bossa. canta lá sobre isto, canta

30 janeiro, 2007 20:26
Blogger curse of millhaven said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

31 janeiro, 2007 12:55
Blogger charlie said...

apenas não devia ter morrido não devia mesmo

20 abril, 2007 23:57
Blogger AF said...

não é o Águas?

14 maio, 2007 13:24

Enviar um comentário

<< Home